Mazda e a Bose 30 anos de co-criação

O ano de 1991 marcou o início de uma parceria tecnológica que, até ao presente, abrangeu um vasto número de modelos Mazda. Depois de iniciar a sua colaboração há 30 anos, na então terceira geração do Mazda RX-7, a Mazda e a Bose continuaram a desenvolver conjuntamente diversas soluções inovadoras para sistemas de som premium, as quais têm contribuído para uma experiência de condução de nível superior. Quando conjugados, a potência sonora e o prazer de conduzir proporcionam uma experiência de cliente extraordinária e envolvente, permitindo aos ocupantes sentir todos os detalhes acústicos e o impacto emocional de um concerto ao vivo, dentro dos seus próprios carros.

Tudo começou com o Mazda RX-7

Baixos potentes e uma sonoridade impactante. Estes foram os requisitos que os engenheiros de áudio que trabalhavam no Mazda RX 7 “FD” estabeleceram para si próprios. Em busca de uma performance de áudio excepcional, capaz de corresponder a estes padrões premium, a equipa liderada por Ryoji Oe deparou-se com o sistema Acoustic Wave Cannon da Bose. O sistema de reprodução de sons graves (baixos) composto por um tubo de 3,6 metros de comprimento com um woofer de alta potência no interior, era precisamente o que a Mazda procurava, pelo que as duas empresas desenvolveram um trabalho conjunto para integrar a tecnologia de altifalantes no RX-7.

Aparentemente impossivel de alcançar no início, o trabalho de adaptação resultou num engenhoso sistema de dobras e curvas que permitiu aos engenheiros da Bose e da Mazda alojar o longo tubo na secção traseira do carro, sem comprometer o espaço ou a qualidade sonora. “A tecnologia Acoustic Waveguide e o RX-7 deram uma nova dimensão à qualidade sonora”, recorda Mike Rosen, Engenheiro Chefe da Bose Automotive Systems, que esteve envolvido no projecto. Este sucesso deu início a uma tarefa permanente focada em oferecer uma qualidade sonora de nível superior em muitos outros modelos Mazda.

Mazda MX-5: Capota aberta, volume bem alto

Um marco particularmente importante neste longo percurso envolve o modelo mais icónico da Mazda até hoje, o Mazda MX-5. Nos automóveis descapotáveis, proporcionar uma grande qualidade de som com a capota aberta foi sempre um enorme desafio para os fabricantes de equipamento original (OEM) e engenheiros de som, mas a Mazda e a Bose encontraram uma solução inovadora. Um interruptor EQ ajusta automaticamente o volume de som quando a capota está aberta, ao mesmo tempo que os altifalantes UltraNearfield, incorporados directamente nos apoios de cabeça dos bancos, permitem uma experiência de audição imersiva a céu aberto.

Além disso, a tecnologia de compensação de ruído AudioPilot da Bose monitoriza continuamente o ambiente sonoro e ajusta automaticamente a reprodução áudio em função de todas as alterações registadas, tais como o ruído da estrada e do vento. Desta forma, o condutor pode concentrar a sua atenção na música e na experiência de condução sem a necessidade de proceder a ajustes manuais.

Mazda MX-30[1]: Baixos “em alta”

A mais recente geração de modelos Mazda regista outro avanço fundamental nos trinta anos de colaboração: em quase todos os modelos a partir do Mazda3 de 2019, os woofers foram reposicionados, deixando de estar alojados nos painéis das portas e passando para a parte superior dos painéis laterais dianteiros junto ao tabliê. Esta nova colocação não só liberta espaço para maiores espaços de arrumação nas portas, como também contribui para uma melhor experiência sonora, uma vez que a energia dos sons graves é reflectida simultaneamente através do piso do carro, do painel de separação do compartimento do motor (firewall) e dos painéis laterais dianteiros junto ao tabliê.

Este efeito de concentração sonora nos cantos dianteiros cria uma reprodução de baixos muito intensa e de grande qualidade, sem atingir níveis incomodativos ou causar vibrações. Além disso, os altifalantes de baixos nas laterais dianteiras são complementados por um subwoofer adicional na parte traseira de forma a “alinhar” os sons de baixa frequência em toda o habitáculo.

Esta nova configuração, apropriadamente denominada BassMatch, exibe todo o seu potencial no Mazda MX-30, 100% eléctrico: dada a inexistência de ruído do motor, o condutor e os passageiros podem desfrutar de uma experiência áudio ainda mais detalhada e completa nunca antes possível.

Desde o primeiro projecto até este último exemplo, a colaboração entre a Mazda e a Bose tem sido caracterizada não só pelo primor de engenharia, mas também por um espírito de cumplicidade quase familiar entre as duas empresas: a paixão por vencer os limites do que é possível e uma convicção comum de que as soluções premium requerem uma abordagem ousada, para além do convencional.

Este é o espírito que irá também impulsionar os futuros projectos conjuntos, previstos para os próximos anos, envolvendo pessoas empenhadas em encontrar soluções únicas para um objectivo comum: a perfeita harmonia entre carro, condutor e música.

Mazda e a Bose 30 anos de co-criação
read more

Mazda CX-5 2022

Mazda CX-5 2022 – Maior requinte e uma nova estrutura de gama

Uma versão significativamente evoluída do elegante, espaçoso e dinâmico SUV Mazda CX-5 irá estar à venda em toda a Europa a partir do início do próximo ano[1]. A geração de 2022 do Mazda CX-5 passará a integrar o sistema Mi-Drive, que permite a seleção de múltiplos modos de condução, bem como uma dinâmica de condução melhorada, um novo estilo, uma diferenciação de gama mais vincada, evoluções em termos de conteúdos a bordo e de cariz prático, tudo complementado por um leque mais alargado de funcionalidades de segurança.

A geração de 2022 do SUV CX-5 estreia o sistema Mazda Intelligent Drive (Mi-Drive), que permite ao condutor selecionar o modo de condução mais adequado às características do momento, com um simples toque num comando. Em alguns níveis de equipamento dotados do sistema de tração integral i-Activ AWD beneficiam, também, de um Modo Off-Road, que ajuda a tornar mais natural a condução sobre condições de piso de menor aderência.

A próxima geração da Skyactiv-Vehicle Architecture da Mazda vê-se agora aplicada ao CX-5 de 2022, com efeitos positivos em termos de estrutura e carroçaria, suspensões e bancos, bem como resultando em melhorias no conforto de condução e na diminuição da fadiga. O ruído proveniente da estrada também foi significativamente reduzido, em particular quando se conduz em pisos mais abrasivos ou de gravilha.

A secção frontal do CX-5 de 2022 destaca-se pela nova grelha tridimensional, mais vincada, associada à asa de assinatura característica do design da Mazda. Ao nível da iluminação, os conjuntos óticos dianteiros e traseiros adotam um novo estilo, enquanto ao nível das cores de carroçaria a palete vê-se acrescida do novo tom Zircon Sand. Em termos de equipamento, a gama passa a compor-se de três novas denominações, com diferenças subtis, mas adequadas às características distintas de cada patamar.

O nível de equipamento Newground apresenta, no exterior, elementos de estilo em tom prateado nas zonas inferiores dos para-choques dianteiro e traseiro e nas guarnições das portas, retrovisores exteriores pretos, elementos em verde lima na grelha dianteira e jantes de liga leve de 19” em preto maquinado. O interior combina estofos em camurça com costuras em verde lima, cor também presente nas saídas do ar condicionado.

Já o patamar Homura acrescenta um acabamento em preto brilhante mais desportivo à grelha dianteira, asa de assinatura, secções inferiores dos para-choques, arcos das rodas, guarnições de portas e retrovisores exteriores, dando à carroçaria um visual mais alongado e atlético. As jantes de liga leve de 19″ têm um acabamento em preto metalizado, em contraste com os detalhes vermelhos na grelha frontal. Também em vermelho são as costuras presentes nos bancos em couro preto, volante, alavanca da caixa de velocidade e painéis da porta.

O nível High+ destaca-se por uma uniformização na cor exterior, que enaltece a beleza das formas dinâmicas do design Kodo. As jantes de liga leve de 19″ prateadas contribuem para reforçar o visual sólido e metálico do modelo. O interior apresenta o suave tato do couro Nappa e as texturas luxuosas de genuínos grãos de madeira.

O interior do Mazda CX-5 2022 beneficia, ainda e a partir de agora, de uma área dedicada, na consola central, para carregamento sem fios de telefones do tipo Qi. Ao nível da bagageira, o piso reversível de duas peças e o acesso estão num mesmo nível para ajudar nas operações de carga e descarga. Os modelos de nível Newground contam com um tapete de bagageira com um lado resistente à água.

A atualizada gama de sistemas de segurança i-Activsense do Mazda CX-5 passará a incluir, a partir desta geração 2022, a tecnologia Cruising & Traffic Support (CTS). O sistema CTS diminui os níveis de fadiga do condutor, ajudando-o nas acelerações, travagens e mudança de direção em situações de engarrafamentos. Por fim, os Adaptive LED Headlights (ALH) também evoluíram, para uma distribuição mais refinada da luminosidade.

As sucessivas atualizações e evoluções de conteúdos que têm vindo a ser integrados em todas as vertentes do modelo levaram o CX-5 a crescer em importância, tornando-se num modelo fulcral da gama, hoje representando cerca de 21% das vendas anuais da Mazda na Europa.

Mazda CX-5 2022
read more

Passeio Club MX-5 Portugal

Decorreu no passado 11 de Setembro, o segundo encontro de 2021 do Club MX-5 Portugal, três meses depois do passeio anterior, sendo, desta feita, a zona centro – nomeadamente a cidade de Pombal – a receber a caravana de roadsters Mazda MX-5, representando as suas quatro gerações e diferentes carroçarias.

Este “Passeio Pela Zona Centro” começou por reunir os participantes num welcome-coffee junto à Igreja de Nossa Senhora de Cardal, nele integrando-se o tradicional briefing. A primeira componente cultural traduziu-se numa visita ao Convento do Louriçal, construção que se deve a D. João V, na sequência de uma promessa que fizera quando ainda era príncipe, e que se destaca, entre outros, pelos seus ímpares painéis de azulejos. É, atualmente, um convento onde vivem em clausura as Irmãs Clarissas. Foi dali que o grupo se fez, depois, à estrada, num percurso que terminou no Restaurante Quinta das Vinhas, paragem para almoço, com iguarias e especialidades da região.

Após esse retemperar de forças e partilha de muitas histórias, deste e de anteriores passeios, os Mazda MX-5 voltaram à estrada, rumando à zona de Ourém, para uma visita ao Eco Parque Sensorial da Pia do Urso. Sito na freguesia de São Mamede, num lugar com o mesmo nome, trata-se de um espaço rural, entretanto requalificado para a vertente turística, reconstruindo-se as suas antigas casas e ali implantando-se um parque temático ecológico, com um percurso pedestre sensorial, adaptado a invisuais, com várias estações interactivas e lúdicas. A particularidade que lhe dá a toponímia é o facto de outrora os ursos virem ali saciar-se às suas pias, formações geológicas com determinadas características que permitem a captação de água.

Finda a visita, foi ali também que se deu por terminada esta segunda actividade de 2021, com o habitual lanche e revelação da data e região do próximo encontro do Club MX-5 Portugal. Será, uma vez mais, num Sábado, dia 16 de Outubro, na região do Alqueva, estando no programa os sempre atractivos percursos de estradas e partilha cultural e gastronómica. Informações adicionais serão dadas oportunamente nas plataformas oficiais – portal www.clubmx-5.com e página de Facebook dedicada (nota: Grupo Fechado) – podendo os interessados também encetar contactos pelo email geral@clubmx-5.com.pt ou pelo telefone (+351) 218 258 625.

Passeio Club MX-5 Portugal
read more

Mazda Happy Week na ONESHOP

É já no próximo dia 25 de Setembro e até dia 2 de Outubro a 11ª edição do ‘Mazda Happy Week’.

Realizando-se pelo 7º ano consecutivo, o ‘Mazda Happy Week’ garante um check-up gratuito, um brinde oficial da marca a todos os clientes que se deslocarem a um Concessionário/Reparador Autorizado Mazda. Ano após ano esta iniciativa tem crescido de importância e de adesão de clientes, proprietários de modelos da marca japonesa.

Durante a sua visita e enquanto os especialistas da Rede Mazda concentram a sua atenção nas atuais viaturas dos clientes, através da avaliação ao seu estado, os proprietários poderão efetuar test-drives com algumas das mais recentes propostas da Mazda**, nomeadamente conhecer o Novo Mazda MX-30, o primeiro Mazda 100% elétrico.

**Os interessados poderão, desde já, agendar o check-up ao seu Mazda para Oneshop em Alverca do Ribatejo ou em Sacavém através de:

Link:  Marcação de Serviço (colocar Happy Week)

ou pedido por mail – sociais@oneshop.pt

 

Mazda Happy Week na ONESHOP
read more

MAZDA conquista pódio em DAYTONA

MAZDA ultrapassa várias dificuldades ao longo da prova e consegue um brilhante 3ºlugar

Segundo “HARRY TINCKNELL” – este é um começo de temporada fantástico para a MAZDA. Uma corrida de 24horas não é para qualquer piloto ou marca. Fomos os melhores em vários momentos da corrida e estivemos muito perto da vitória.

 

 

MAZDA conquista pódio em DAYTONA
read more

Oportunidades MAZDA

Encontre aqui a sua oportunidade de ter um Mazda – Na Oneshop pode escolher qual se adequa mais à sua vida!
De 12 a 18 abril, com as Super Oportunidades Mazda em viaturas semi-novas, oferecemos 4 anos de Garantia a preços únicos. A escolha é sua:

Não perca estas oportunidades! O stock é limitado! Pode-nos visitar em Sacavém ou em Alverca do Ribatejo, de Seg a Sex das 9h às 12h30 e as 13h30 às 18h ou nos dias 17 e 18 entre as 10h e as 13h horas.

  • 1) *Exemplo para contrato de crédito automóvel para Mazda CX-3 1.8 SKYACTIV-D Advance Navi, P.V.P de 19.990,00€ e sem entrada inicial.
    Montante de crédito financiado 19.990,00€, com 120 mensalidades de 224,08€. Comissão de abertura de contrato de 335€, acrescido de
    despesa de registo automóvel de 65€ e imposto de selo de 527,74€ a acrescer à primeira prestação, sem adesão ao seguro opcional de proteção ao crédito. TAN 5,975% e MTIC de 27.752,34€.
  • 2) *Exemplo para contrato de crédito automóvel para Mazda2 1.5 SKYACTIV-G Advance Navi, P.V.P de 14.990,00€ e sem entrada inicial. Montante
    de crédito financiado 14.990,00€, com 120 mensalidades de 168,04€. Comissão de abertura de contrato de 335€, acrescido de despesa de
    registo automóvel de 65€ e imposto de selo de 395,74€ a acrescer à primeira prestação, sem adesão ao seguro opcional de proteção ao crédito.TAN 5,975% e MTIC de 20.895,54€.
  • Válido para propostas aprovadas até 30/06/2021 e limitado ao stock existente. Proposta de crédito sujeita a análise e aprovação da Mazda
    Finance, exclusivamente concedida pelo Banco Credibom S.A.. Os concessionários Mazda atuam como intermediários de crédito, a titulo acessório e sem regime de exclusividade ao Banco Credibom, S.A.. Imagem não contratual. Informe-se junto dos concessionários Mazda aderentes.
Oportunidades MAZDA
read more

A Mazda é o primeiro construtor a integrar a eFuel Alliance

A Mazda anunciou hoje que se tornou no primeiro construtor de automóveis a integrar a eFuel Alliance. A Aliança reúne organizações e partes interessadas que apoiam o objectivo de estabelecer e promover os e-combustíveis (combustíveis ecológicos ou e-fuels) e o hidrogénio, ambos neutros em CO2, como contribuintes credíveis e reais para a redução de emissões no sector dos transportes.

A Mazda tem sido sempre uma forte defensora de uma abordagem multi-soluções, que combine diferentes tecnologias, como a melhor forma de reduzir as emissões. A electrificação é um pilar chave no âmbito dessa estratégia multi-soluções da Mazda, sendo que, até 2030, todos os veículos Mazda ver-se-ão electrificados. No entanto, muitos veículos irão continuar a ter um motor de combustão interna.

Ao longo da sua história, a Mazda tem sempre apostado no desenvolvimento de automóveis e de propulsores capazes de satisfazer as necessidades dos seus clientes. Essa paixão mantém-se, sendo que as soluções desenvolvidas incluem melhorias na eficiência dos propulsores convencionais, a electrificação da gama, uma adopção mais abrangente de combustíveis renováveis, bem como de ferramentas digitais e contectadas, que melhoram a eficiência dos consumos de combustível.

Juntamente com a eFuel Alliance e os seus membros, a Mazda apoia a implementação de um mecanismo que tenha em conta a contribuição dos combustíveis renováveis e com baixo teor de carbono[1], na redução das emissões dos automóveis de passageiros, e que também contribua para o processo de tomada de decisões, precisamente no momento em que a UE está a rever a legislação climática.

Comentando o facto de a Mazda ser o primeiro construtor automóvel a aderir à Aliança, Wojciech Halarewicz, Vice-Presidente de Comunicação e Relações Públicas da Mazda Motor Europe GmbH, afirmou: “Como indústria, temos de reduzir as emissões tanto quanto possível. Para o efeito, não devemos ignorar nenhuma das vias disponíveis ao nosso alcance. As emissões de gases com efeito de estufa e as alterações climáticas são, por natureza, uma questão global e complexa, requerendo uma abordagem integrada. Todos os sectores e indústrias devem desempenhar o seu papel e, acima de tudo, devem ter a oportunidade de partilhar quaisquer opções positivas, de forma a alcançar os objectivos climáticos”.

“Acreditamos que, com o investimento necessário, os e-fuels e o hidrogénio, ambos neutros em CO2, irão dar um contributo credível e real para a redução das emissões, não só nos automóveis novos, como também no parque automóvel já existente. Isto abriria uma segunda e mais rápida via para alcançar a neutralidade climática no sector dos transportes, em conjunto com o progresso da electrificação. Dado que, no final deste ano, a UE irá rever a sua regulamentação sobre normas de CO2 para carros de turismo e veículos comerciais, esta é a oportunidade para garantir que a nova legislação permita que, tanto os veículos eléctricos como os veículos que funcionam com combustíveis neutros em CO2, possam contribuir para os esforços dos fabricantes de automóveis em termos de redução de emissões”.

Ole von Beust, Director Geral da eFuel Alliance, acrescentou: “O principal objectivo da eFuel Alliance consiste em apoiar e impulsionar a compreensão das políticas de protecção do ambiente, que assegurem uma concorrência leal entre diferentes tecnologias. Os próximos dois anos serão decisivos, uma vez que a Comissão Europeia irá rever as principais regulamentações no domínio da política climática. Estas deverão incluir um mecanismo na legislação automóvel que reconheça a contribuição que os combustíveis com baixo teor de carbono podem dar no alcance dos objectivos de redução de emissões. Será, por isso, crucial juntar grupos e organizações interessadas em todos os sectores envolvidos. É por isso que antecipamos que a Mazda, fruto da sua longa história no campo da inovação automóvel, será um forte parceiro da eFuel Alliance”.

A Mazda é o primeiro construtor a integrar a eFuel Alliance
read more

De piloto de testes ao desenvolvimento do novo Mazda MX-30

Tomiko Takeuchi: De piloto de testes a responsável pelo programa de desenvolvimento do novo Mazda MX-30

Quando, em 2015, Tomiko Takeuchi se viu nomeada como a primeira mulher Gestora de Programa da Mazda, não conseguia acreditar que, ao fim de tantos anos, tinha alcançado a função dos seus sonhos. O orgulho foi avassalador, mas houve, também, momentos de algum receio, já que a responsabilidade inerente ao cargo era enorme: passaria a ser responsável pelo controlo de todo o espectro de desenvolvimento de raiz de um novo modelo, incluindo o seu planeamento, design, marketing, distribuição, vendas e serviço de após-venda, ao mesmo tempo que teria que criar um plano de negócio que fosse lucrativo.

“O meu responsável à altura falou-me da promoção durante uma viagem de trabalho a Kagoshima, na zona sul de Kyushu. Ainda me lembro de como me foi impossível adormecer a bordo do ‘comboio-bala’ Shinkansen na viagem de regresso à sede da Mazda, em Hiroshima. O meu coração batia intensamente: a importância do cargo era deveras entusiasmante, bem também um pouco intimidante”, recorda Tomiko Takeuchi.

A pressão era enorme, uma vez que, em breve, ser-lhe-ia dada a responsabilidade de construir um veículo histórico para a Mazda. Mas o seu superior estava convicto de que ela era a pessoa indicada para o cargo e de que recebera a promoção porque “não iria ceder à pressão, independentemente das circunstâncias”, recorda.

Tenacidade e determinação são duas características a que Takeuchi recorreu nos anos que se seguiram. Começava, assim, a sua viagem enquanto Gestora de Programa do novo MX-30[1], o primeiro veículo de produção, totalmente eléctrico, da Mazda. Mas talvez não tenha sido uma surpresa total para Takeuchi, pois o desenvolvimento de estreias na Mazda não era, de todo, uma novidade para si.

A única mulher na Mazda com estatuto de topo como piloto de testes

Tendo ingressado na Mazda em 1997, logo após ter terminado os estudos universitários em Kyushu, Tomiko Takeuchi rapidamente causou impacto ao tornar-se na primeira piloto de testes do sexo feminino da marca, logo ao fim de apenas dois anos.

Recuando no tempo, parece que a sua carreira estava escrita nas estrelas. Ao recordar-se da sua infância, refere: “Os meus pais não ligavam muito a automóveis, mas desde os meus tempos de criança que eu sempre senti uma ligação com aviões e veículos. Eu era, claramente, o ‘elemento estranho’ na família! Para alguém como eu, nascida em Hiroshima, que descobriu a paixão pela condução nos tempos de universidade com o meu primeiro automóvel, conseguir um emprego na Mazda foi um sentimento natural,” continua. “Depois, em 1999, assumi funções de piloto de testes e, em resultado disso, continuei a avaliar os mais diversos modelos de produção e protótipos ao longo de uma década.”

Proprietária de um Mazda Carol e de um MX-5 da primeira geração “NA”, Takeuchi demonstrava uma combinação de empenho e habilidade naturais que lhe permitiram destacar-se no exercício das suas funções, sendo que em 2004 a Mazda concedeu-lhe uma das mais representativas e exclusivas licenças de condução, elevando-a a piloto de testes da marca. Contando com um sistema próprio de atribuição de licenças, os testdrivers, fruto das suas capacidades e habilidades, são agrupados em diferentes categorias – de iniciantes até à classe de topo, reservada aos condutores mais experientes – a Mazda viria a atribuir-lhe uma das três mais qualificadas licenças especiais (“Classe A”), tornando-a na única mulher a atingir este estatuto. “Até ao presente, eu sou ainda a única piloto de testes feminina com essa licença especial,” refere, destacando o Mazda MX-5 e o Mazda2 como dois dos modelos para os quais deu um contributo muito significativo no seu processo de desenvolvimento.

Apesar do seu talento ao volante lhe ter valido uma rápida progressão no seio da Mazda, Takeuchi admite, abertamente, que sentia fraquezas numa área específica, sorrindo ao admiti-lo: “Durante a minha fase de piloto de testes, sentei-me ao volante de muitos automóveis e conduzi-os em muitos países. Mas, independentemente do sítio onde estivesse, conseguia sempre perder-me! Fosse na Alemanha ou noutro sítio qualquer, nunca conseguia encontrar o caminho de regresso à base. Acho que me falta o sentido de orientação. Cheguei a perder-me, inclusivamente, dentro de um hotel onde fiquei hospedada!” Mas a falta de sentido de orientação na estrada não tinha correspondência dentro da Mazda, uma vez que os seus 10 anos enquanto piloto de testes provaram ser de inestimável valor para a sua ascensão hierárquica.

Explicando o impacto que teve, acrescenta: “Esta experiência, em particular, permitiu-me estabelecer um vocabulário essencial para avaliar os automóveis até ao seu mais pequeno detalhe. Elaborei um relatório detalhado e aprofundado, nos meus próprios termos, para ajudar os engenheiros a afinar e desenvolver os veículos de teste com que trabalhei até se chegar às suas versões de produção finais.” Esta capacidade em particular acabaria por se revelar de grande valor enquanto responsável pelo desenvolvimento do novo Mazda MX-30. Com mais de 1.000 funcionários envolvidos no projecto, espalhados por todo o mundo, foi essencial que Takeuchi comunicasse as suas ideias de uma forma clara, de modo a manter a equipa focada e, assim, garantir um lançamento bem-sucedido deste novo modelo.

Em resumo, o tempo e experiência que Takeuchi acumulou enquanto piloto de testes era o garante de que ela seria a pessoa ideal para gerir o desenvolvimento daquele que é o primeiro automóvel 100 por cento eléctrico da Mazda.

A produção de um novo automóvel é resultado de um esforço colectivo e não individual

Apesar de tudo o acima, o projecto do MX-30 esteve longe de ser uma viagem tranquila. “Foi um projecto particularmente difícilSendo o primeiro veículo totalmente eléctrico de produção da Mazda, não existiam modelos que o antecedessem que pudéssemos usar como referência. Foi, literalmente, partir de uma folha em branco, começar a partir do nada,” explica Takeuchi. “Foram tantas as alterações a nível de design e de especificações ao longo do projecto que nos vimos obrigados a regressar, várias vezes, à fase de desenho. Por essa razão, estou muito grata a toda a equipa. Para mim, era óbvio que, por muito avançada que seja, actualmente, a produção de um novo automóvel, o resultado do esforço colectivo e da dedicação de todos os envolvidos é que permite avançar com projectos como o MX-30.

Mesmo com todo esse trabalho árduo, é preciso um líder especial capaz de inspirar a equipa à sua volta, uma abordagem que se reflecte no estilo de gestão de Takeuchi, que explica: “Eu prefiro deixar a equipa falar durante as reuniões. É uma escolha consciente, ter o tempo de ouvir o que têm para dizer e tentar encontrar o melhor caminho a seguir por todos. Afinal de contas, eu não sou especialista em todos os aspectos do desenvolvimento. Do meu ponto de vista, é contraproducente que uma pessoa assuma, isoladamente, o caminho a seguir.”

Tendo o MX-30 chegado aos concessionários em 2020, Tomiko Takeuchi até pode ter atingido um marco muito significativo, mas o seu trabalho está longe de estar terminado. “Os automóveis já não são apenas para serem conduzidos de um ponto A a um ponto B. É importante transmitir esse prazer de condução às pessoas, permitindo-lhes desfrutar do tempo que passam no seu automóvel.” Esse é, exactamente, o sentimento que se espera de uma pessoa que adora estar ao volante. No fundo, é aquilo que define Tomiko Takeuchi.

De piloto de testes ao desenvolvimento do novo Mazda MX-30
read more