Mazda Motor Corporation 1920-2020: 100 Anos a desafiar as convenções

A Mazda celebra hoje o seu 100º aniversário, realizando uma cerimónia na sua sede, em Hiroshima, que marca o início de todo um ano de eventos dedicados, nomeadamente no Salão Automóvel de Genebra, durante os quais irá relembrar o seu passado e olhar para o seu futuro.

Desafiar as convenções

A coragem em questionar práticas ditas comuns e forjar novos caminhos nos domínios da engenharia e do design, que outros consideravam inviáveis, têm sido a génese da equipa Mazda desde 1920.

Ao longo desse caminho, a Mazda tornou-se na primeira marca asiática a vencer Le Mans, em 1991, lançou comercialmente o motor rotativo no icónico Cosmo Sport 110S, criou o Mazda MX-5, o melhor roadster de 2 lugares do mundo e verdadeiro best-seller, contando com mais de um milhão de unidades comercializadas desde o seu lançamento em 1989, e introduziu no mercado o bloco  Skyactiv-X, aquele que é o primeiro motor a gasolina de ignição por compressão,.

Da cortiça aos automóveis

Há 100 anos, a Mazda era um simples produtor de cortiça de Hiroshima, até que o industrial Jujiro Matsuda assumiu o comando da então Toyo Cork Kogyo Co., Ltd, em 1921, e transformou o negócio, primeiro num produtor de máquinas e ferramentas e depois num fabricante de veículos.

O primeiro modelo foi o Mazda-Go, um pequeno camião de três rodas, que chegou ao mercado em 1931. Popularizando-se e passando por melhorias contínuas, recebeu, por exemplo, em 1938, uma inovadora transmissão de 4 velocidades, que permitiu reduzir os seus consumos em 20 por cento. Finda a Segunda Guerra Mundial, o fabrico de camiões voltaria a arrancar poucos meses após o bombardeio atómico de Hiroshima.

Os veículos comerciais permaneceram o foco da Mazda após o conflito bélico, até que em 1960 a marca produziu o seu primeiro automóvel de passageiros, o Mazda R360. Tal traduziu-se num sucesso, permitindo lançar as bases do que é hoje referido como segmento “kei-car” japonês, abrindo caminho a toda uma gama bem sucedida de automóveis Mazda, entre os quais os que hoje estão em circulação.

Alcançar o impossível

Em 1961, a Mazda assinou um acordo de licenciamento com o construtor alemão NSU para desenvolver e produzir os seus novos motores Wankel, compactos e leves. Os engenheiros japoneses conseguiriam, então, o que muitos achavam impossível e, em 1967, surgia o futurista Mazda Cosmo Sport 110S, tornando-se no primeiro modelo de produção do mundo dotado de um motor rotativo.

Foi o início de uma notável história de sucesso que permitiria à Mazda lançar muitos outros modelos, incluindo o Mazda RX-7, comercializando cerca de dois milhões de veículos equipados com motores rotativos, ao longo dos anos que se seguiram. A Mazda também provaria a validade dessa sua proeza tecnológica na competição, tornando-se no primeiro fabricante asiático a vencer as exigentes 24 Horas de Le Mans, conquistando a edição de 1991 com o Mazda 787B, modelo de competição equipado com quatro rotores, mantendo-se, até à data, como o único modelo vitorioso com um motor sem pistões.

O motor rotativo viria, mais recentemente, a inspirar a inovadora Tecnologia Skyactiv da Mazda, abrangente conjunto de soluções que integra motores, transmissões, plataformas e carroçarias optimizadas, em nome da maximização da eficiência, e que fez surgir o conceito Jinba Ittai, estreita ligação entre automóvel e condutor, hoje comum a todos os modelos Mazda.

Uma identidade distinta: o prazer de condução

Embora o motor rotativo fosse um exemplo da devoção da Mazda na criação de modelos imbuídos do prazer de condução, foi só após a alteração da denominação da empresa para Mazda Motor Corporation, em 1984, que realmente demonstrou a sua paixão pela condução, com o lançamento, em 1989, de um pequeno roadster chamado Mazda MX-5, época em que os descapotáveis de dois lugares estavam praticamente extintos. Hoje, quatro gerações mais tarde, o Mazda MX-5 continua a ser o roadster mais vendido da história, tendo superado em 2016 a fasquia de um milhão de unidades produzidas.

É o prazer de condução que define o ADN que hoje se pode encontrar em toda a gama Mazda, algo que permanecerá durante os próximos 100 anos, acompanhando as mudanças significativas que a indústria automóvel continua a atravessar.

Os próximos 100 anos

Presentemente, a Mazda conta com uma gama de viaturas projectadas segundo a linguagem design Kodo – A Alma do Movimento, conquistando os mais prestigiados galardões em todo o mundo, mantendo-se como uma marca que continua a desafiar as convenções, agora através do lançamento do seu primeiro veículo eléctrico, o Mazda MX-30.

Modelo direcionado ao futuro, o novo MX-30 também respeita o passado da Mazda, fruto de um habitáculo onde está presente a cortiça portuguesa, agora numa variante mais ecológica, fazendo a ponte com os humildes começos da então empresa Toyo Cork Kogyo.

“À medida que olhamos para os próximos 100 anos, continuaremos a desafiar-nos na criação de produtos, tecnologias e experiências únicas, com que os nossos clientes se identifiquem”, afirmou Akira Marumoto, Presidente e CEO da Mazda Motor Corporation.

Mazda Motor Corporation 1920-2020: 100 Anos a desafiar as convenções
read more

Mazda3 galardoado com o troféu “Women’s World Car of the Year 2019”

O Mazda3 foi anunciado como o “Vencedor Supremo” do galardão “Women’s World Car of the Year 2019” e, para além de conquistar esse prémio máximo, também alcançou o 1º lugar da categoria “Family Car”.

 

Iniciativa nascida em 2010, o “Women’s World Car of the Year” é votado por um painel de juradas do sexo feminino, em representação de mais de 30 países (integra uma representante portuguesa), as quais são convidadas a votar de acordo com critérios que as mulheres utilizam para a potencial aquisição de um automóvel novo.

O Mazda3 adota uma linguagem de design Kodo mais amadurecida, que visa encarnar a essência da estética japonesa. Enquanto a sua forma geral apresenta movimentos simples e únicos, as subtis ondulações na carroçaria dão vida ao design, decorrentes das incidências de luz e dos reflexos que deslizam sobre a superfície. O resultado final traduz-se numa expressão mais natural e poderosa de vitalidade, face às anteriores propostas Kodo. Apesar de partilharem a denominação Mazda3, as variantes hatchback e sedan têm personalidades distintas, o primeiro com um design mais emotivo e o segundo com linhas mais elegantes.

O modelo incorpora a Skyactiv-Vehicle Architecture da Mazda, base projectada para ajudar as pessoas a tirar o máximo partido do seu equilíbrio natural. A gama de mecânicas do modelo inclui os mais recentes motores Skyactiv-X, Skyactiv-G e Skyactiv-D, todos eles , com resposta imediata e garantindo um perfeito controlo da velocidade, qualquer que seja a situação de condução. Assente na sua filosofia de projecto de um automóvel em redor do ser humano, a Mazda evoluiu, dramaticamente, os atributos fundamentais de condução do Mazda3, tornando completamente naturais as sensações transmitidas pela aceleração, viragem e travagem.

O novo Mazda3 foi ao encontro das especificidades de um prémio que procura dar voz aos gostos femininos, tendo Sandy Myhre, Presidente do Júri e fundadora do “Women’s World Car of the Year”, afirmado: “Naturalmente que cada pessoa vê o automóvel de forma diferente, independentemente do género, mas há estatísticas – o sector automóvel, aliás, gasta milhões nestas acções – que indicam que a mulher compra um carro primeiro tendo em conta a segurança e depois o valor real; só depois vêm os itens de transporte e fantasia”.

Mazda3 galardoado com o troféu “Women’s World Car of the Year 2019”
read more

Mazda CX-30 conquista “5 Estrelas” na avaliação Euro NCAP

O novo Mazda CX-30 acaba de ser certificado pela Euro NCAP com a avaliação máxima de 5 estrelas, na sequência da mais recente bateria de testes desta organização. A seguir ao Mazda6 em 2018 e ao novo Mazda3 no início do presente ano, este é o terceiro Mazda a alcançar a classificação máxima de 5 estrelas, de acordo com os actuais e mais restritivos critérios de avaliação da Euro NCAP.

O Mazda CX-30 obteve uma performance impressionante em todas as 4 categorias de testes que a Euro NCAP avalia – ‘Ocupantes Adultos’, ‘Ocupantes Crianças’, ‘Utilizadores Vulneráveis das Estradas’ (segurança de peões) e ‘Apoio à Segurança’. Este excelente resultado é resultado de 3 factores-chave: a adopção da mais recente Skyactiv-Vehicle Architecture, estrutura de baixo peso mas com uma elevada rigidez e capacidade de absorção de impactos, um vasto leque de tecnologias avançadas de segurança i-Activsense, que ajudam os condutores a identificar potenciais riscos e a reduzir a probabilidade de danos ou lesões, e os elevados padrões no domínio da protecção de peões.

Alcançando uma excepcional pontuação de 99% na categoria ‘Ocupantes Adultos’, o Mazda CX-30 alcançou o máximo de pontos no teste de impacto frontal a toda a largura, bem como nos impactos com uma barreira e lateral contra um poste. O sistema Smart Brake Support da Mazda também registou pontuações máximas em testes a baixa velocidade, evitando-se as colisões em todos os cenários gerados.

O novo Mazda CX-30 registou, também, uma excelente pontuação de 86% na categoria de ‘Ocupantes Crianças’, incluindo uma nota máxima nas verificações de instalação do Sistema de Retenção Infantil e na protecção no teste de impacto lateral. Já no critério ‘Utilizadores Vulneráveis das Estradas’ (segurança de peões), o modelo registou uma pontuação de 80%, com pontuações máximas na protecção da zona das pernas e da pélvis. Uma pontuação de 77% na categoria de ‘Apoio à Segurança’ reconhece a eficiência do novo Mazda CX-30 decorrente do abrangente pacote de segurança i-Activsense.

A superior dinâmica de condução permitida pela implementação da Skyactiv Technology da Mazda também contribuiu para o resultado de conjunto de 5 estrelas alcançado pelo novo Mazda CX-30, fruto de uma aceleração, travagem, maneabilidade e direcção lineares, ágeis e previsíveis. Tornando-o mais fácil de conduzir com segurança, as tecnologias empregues reduzem o potencial de acidentes, sem comprometer o tradicional prazer de condução Mazda.

Michiel van Ratingen, Secretário Geral da Euro NCAP, acrescentou: “Parabéns à Mazda por mais um resultado quase perfeito no domínio da segurança de ocupantes adultos. Há ainda vários carros por avaliar em 2019 mas é improvável que possamos ver fazer melhor nesta vertente da avaliação […].”

Mazda CX-30 conquista “5 Estrelas” na avaliação Euro NCAP
read more

UMA PROPOSTA ELÉCTRICA PARA O AMBIENTE… E PARA O CONDUTOR

Primeiro modelo eléctrico de produção em volume da Mazda, o Mazda MX-30 faz a sua Estreia Mundial no Salão Automóvel de Tóquio. Desenvolvido para clientes que não pretendem sacrificar o prazer de condução quando adquirem um automóvel eléctrico, este modelo fica de imediato disponível em regime de pré-encomenda logo após este certame.

Adoptando umas portas exclusivas do tipo freestyle, materiais ecológicos e uma bateria de dimensão ideal, o novo MX-30 garante uma autonomia na ordem dos 200 km[1], ao mesmo tempo que permite superar a média de 48 km das deslocações diárias dos clientes europeus[2], representando outro passo positivo na abordagem, de múltiplas soluções, da Mazda com vista à redução de emissões, na sequência da recente introdução no mercado do inovador motor Skyactiv-X.

Um automóvel com uma bateria e não uma bateria sobre rodas

Comentando sobre a estreia do Mazda MX-30, modelo que chegará aos Concessionários europeus da Mazda na segunda metade de 2020[3], Yasuhiro Aoyama Presidente e CEO da Mazda Motor Europe afirmou:

“Como acontece com todos os nossos produtos, os designers e engenheiros da Mazda tiveram objectivos muito bem definidos no que se refere ao nosso primeiro veículo com bateria elétrica. Este teria de se destacar em termos de design, ter uma óptima condução, parte fundamental do ADN da Mazda e que nos torna únicos quando comparados com a concorrência, e ainda mais importante, ter um contributo positivo na redução das emissões ao longo de todo o ciclo de vida do produto. Em complemento às tecnologias de electrificação que estamos a introduzir em toda a nossa gama, sendo nós um fabricante de pequena dimensão, concentrámos todos os nossos esforços na criação de um modelo elétrico que, antecipamos, será um segundo automóvel cuja autonomia irá ao encontro das necessidades dos clientes. Entre os representantes da imprensa que já conduziram o nosso veículo, muitos afirmaram tratar-se de um dos poucos automóveis eléctricos com as características positivas de um automóvel tradicional. Integrar o prazer de condução no coração de cada Mazda é algo que fazemos sempre e isso não será diferente no nosso modelo elétrico.”

O foco no condutor

Como acontece em todos os modelos Mazda, o Mazda MX-30 proporciona uma sensação de condução muito natural e de resposta imediata nas situações de condução do quotidiano, acelerando, virando e travando exactamente como se pretende.

No Mazda MX-30 isso foi alcançado através das inovadoras abordagens de engenharia inerentes ao pacote e-Skyactiv, que também abrange a bateria, elemento perfeitamente integrado na estrutura do veículo, realçando a rigidez total do chassis e fornecendo a correcta resposta aos inputs do condutor.

Para além disso, dada a importância do som na percepção do condutor do binário e da velocidade, os engenheiros da Mazda também desenvolveram, para o habitáculo do Mazda MX-30, um sistema de som electrónico, sincronizado com o binário do motor em termos de frequência e pressão sonoras. Isto leva a menores variações na velocidade do veículo, resultando numa condução muito estável, ainda mais suportada pelo original sistema G-Vectoring Control (GVC) da Mazda, entretanto expandido com as vantagens do motor eléctrico (G-Vectoring Control Plus eléctrico).

O distinto design Kodo

O Mazda MX-30 continua centrado no conceito “less is more” do design Mazda, presente quer no exterior como no interior dos seus modelos.

O habitáculo traduz uma sensação de unidade, fluindo a partir do topo do pilar A até à extremidade traseira. A cor do tejadilho emoldurado torna essa sensação ainda mais clara. As portas do tipo freestyle dão ao Mazda MX-30 uma silhueta distintiva e elegante, garantindo aos clientes um acesso facilitado aos seus bancos dianteiros e traseiros.

No seu interior destacam-se os materiais ecológicos, substituindo-se parte significativa de elementos  em couro real por uma alternativa vegan. Recorre-se, ainda, à cortiça de origem ambiental na consola central flutuante, a qual permite um espaço de armazenamento criativo.

E quanto ao nome?

A Mazda tem usado o prefixo “MX” em vários produtos que foram projectados e desenvolvidos em desafio às suposições da indústria automóvel das diferentes épocas. Por exemplo, com o Mazda MX-5 desenvolveu-se um desportivo de dois lugares, numa altura em que o conceito “roadster” havia sido abandonado por outros fabricantes.

Agora, com o Mazda MX-30 criámos uma experiência VE completamente nova, imbuída do ADN da Mazda no seu design interior e exterior únicos e na fantástica dinâmica de condução, garantindo que os nossos clientes poderão experimentar o inegável prazer de condução da Mazda.

Mazda MX-30: Especificações de produto*

O Mazda MX-30 está já disponível em regime de pré-encomenda em alguns países europeus (incluindo Portugal) e chegará aos mercados na segunda metade de 2020.

Tipo de Carroçaria SUV
Lotação 5 pessoas
Comprimento x Largura x Altura (totais) 4.395 mm × 1.795mm × 1.570mm
Distância entre eixos 2.655 mm
Mecânica e-Skyactiv
Suspensão dianteira Estrutura MacPherson
Suspensão traseira Barra de torção
Direcção Pinhão e cremalheira
Travões À frente Discos ventilados
Atrás Discos sólidos
Controlo Travões de cooperação regenerativa
Dimensão dos pneus 215/55R18
Bateria Tipo Iões de lítio
Células Prismática
Voltagem total 355 V
Potência eléctrica total (capacidade da bateria) 35,5 kWh
Motor Tipo AC de motor síncrono
Sistema de arrefecimento A água
Carga Carga DC Tipo COMBO
Carga AC Input máximo de 6,6 kW

* Estas características são indicativas/provisórias

Nota Adicional: Informações adicionais no Press Kit – Mazda MX-30 disponível no portal de Imprensa da Mazda, em www.mazda-press.pt


[1] Segundo o critério WLTP na Europa.

[2] Para este estudo, a Ipsos MORI realizou, em nome da Mazda, um inquérito online em Março de 2019. A amostra representativa reuniu 12.072 adultos oriundos de mercados europeus seleccionados, (Reino Unido, Áustria, Bélgica, França, Alemanha, Itália, Países Baixos, Noruega, Polónia, Espanha, Suécia e Suíça) com idade para conduzir.

[3] No Reino Unido em 2021.

UMA PROPOSTA ELÉCTRICA PARA O AMBIENTE… E PARA O CONDUTOR
read more

Novo Mazda CX-30

A seguir ao lançamento do Novo Mazda3, o Mazda CX-30 é o segundo dos modelo de próxima geração da marca.
O SUV compacto insere-se num novo segmento de mercado para a Mazda. Com 4395 mm de comprimento, 1795
mm de largura, 1540 mm de altura e 2655 mm de distância entre eixos, posiciona-se entre o Mazda CX-3 e o
comprovado e bem sucedido Mazda CX-5, preenchendo os requisitos dos clientes que pretendem combinar as
dimensões compactas e urbanas do primeiro e o espaço e versatilidade do segundo.
O novo Mazda CX-30 apresenta os mais recentes desenvolvimentos da inovadora linguagem de design Kodo da
marca. Mantendo toda a vitalidade do conceito ‘Kodo – A Alma do Movimento’ original, esta interpretação mais
madura aponta agora para um estilo de maior prestígio através da elegância e rigor de uma estética minimalista
‘menos-é-mais’, inspirada nas mais puras tradições da arte japonesa e na beleza dos espaços entre os objetos.
O interior centrado no ser humano apresenta um espaço simples, arejado e aberto para os ocupantes e um posto
de condução confortável e ergonómico. O posto de condução, e o habitáculo em geral, combinam a excelência
ergonómica com a tecnologia de ponta, aplicando estes dois conceitos em tudo, da posição de condução ao
campo de visão, ao Interface Homem-Máquina (HMI) e à qualidade do equipamento áudio.
Tecnologias recentemente desenvolvidas, tais como o Mazda Harmonic Accustics de 8 altifalantes ou sistema
áudio premium Bose de 12 altifalantes, foram cuidadosamente integradas em materiais de qualidade superior, com
montagem e acabamentos meticulosos que ajudam a criar um ambiente interior de alta qualidade e um requinte
genuíno.
O novo SUV compacto apresenta todos os últimos desenvolvimentos da Mazda na nova geração Skyactiv-Vehicle
Architecture, que não só aproveita a capacidade de equilíbrio natural do ser humano para um controlo mais natural
e intuitivo do veículo, mas também proporciona uma diminuição, e melhor controlo, em termos de NVH (Noise,
Vibration and Harshness), oferecendo uma ‘qualidade única de tranquilidade’ em todo o habitáculo.
As tecnologias inteligentes, tais como o sistema de tracção integral (AWD) i-Activ que funciona em harmonia com o
G-Vectoring Control (GVC) para controlar a distribuição de binário entre as rodas dianteiras e traseiras, e tracção
dianteira com GVC-Plus, propiciam uma experiência de condução Jinba Ittai ainda mais envolvente.
A gama de propulsores apresenta as mais recentes gerações de motores Skyactiv a gasolina e diesel, incluindo o
Skyactiv-X¹ com a revolucionária tecnologia SPCCI – Ignição por Compressão Controlada por Faísca (Spark Plug
Controlled Compression Ignition), desenvolvida pela marca, que adota um método totalmente original de
combustão, de forma a combinar o desempenho de altas rotações de um motor a gasolina com a resposta linear
de um diesel.
Por último, a vasta gama de características de segurança activa i-Activsense do Mazda CX-30 inclui agora um
novo sistema de Monitorização do Condutor (Driver Monitoring), dotando o SUV compacto de mais uma solução
que oferece a todos os ocupantes uma experiência de condução segura e agradável.

TECNOLOGIAS DE SEGURANÇA AVANÇADAS
A filosofia de Segurança Proactiva da Mazda orienta todos os esforços da marca em termos de pesquisa e
desenvolvimento de segurança. Conduz os avanços em todas as áreas, desde os aspectos fundamentais de
segurança, tais como a posição de condução, até aos recursos de segurança passiva e às inovações i-Activsense.
O Mazda CX-30 está equipado com diversas tecnologias de segurança criadas a partir destes programas de
pesquisa.
No campo da segurança activa, as funcionalidades i-Activsense do Mazda CX-30 incluem agora um sistema de
monitorização do condutor (Driver Monitoring) que observa o estado do condutor. Além disso, as novas tecnologias
de travagem automática ajudam a aumentar a capacidade de detecção omni-directional pretendida pela Mazda.
O desenvolvimento dos sistemas de segurança passiva baseou-se em estudos de características humanas e em
detalhes de acidentes reais, contribuindo para uma maior segurança em caso de colisão e na protecção de peões.
Em resultado disso, o Mazda CX-30 apresenta ainda maior capacidade para oferecer a todos os ocupantes uma
experiência de condução segura e agradável, contribuindo para alcançar uma sociedade livre de acidentes
rodoviários.
SEGURANÇA ACTIVA: I-ACTIVSENSE
O conjunto de avançadas tecnologias de segurança i-Activsense da Mazda, ajudam o condutor a estar mais atento
e a evitar potenciais perigos. O Mazda CX-30 está equipado, entre outros, com três características de segurança
activa recentemente desenvolvidas: os sistemas Driver Monitoring, Front Cross Traffic Alert (FCTA) e Cruising &
Traffic Support (CTS). Além disso, estão disponíveis em opção diversas funcionalidades i-Activsense.

Prevenção de acidentes e redução de danos
Smart Brake Support (SBS) De série
Smart Brake Support [Eixo traseiro] (SBS-R) Opcional
Smart Brake Support [Rear Crossing] (SBSRC) Opcional
Ajuda no reconhecimento de potenciais perigos
Faróis LED Adaptativos (ALH) Opcional
Controlo de Luzes de Máximos (High Beam
Control (HBC) De série
Monitor 360° Opcional
Front Cross Traffic Alert (FCTA) Opcional
Blind Spot Monitoring (BSM) De série
Rear Cross Traffic Alert (RCTA) De série
Lane Departure Warning System (LDWS) De série
Lane-keep Assist System (LAS) De série

Ajudas ao conductor
Sistema Traffic Sign Recognition (TSR) De série
Intelligent Speed Assistance (ISA) De série
Driver Attention Alert (DAA) De série
Driver Monitoring Opcional
Mazda Radar Cruise Control (MRCC) De série
Cruising & Traffic Support (CTS) Opcional

Monitorização do Condutor (Driver Monitoring)
O sistema utiliza uma câmara de infravermelhos e uma câmara de LEDs infravermelhos para observar o estado do
condutor durante a condução. Mais especificamente, o sistema monitoriza, em qualquer momento, se os olhos do
condutor estão bem abertos e o número de vezes que este pisca os olhos, bem como o ângulo e posição da boca
e do rosto, para determinar o nível de sonolência ou fadiga. O sistema monitoriza também a linha de visão do
condutor e o movimento dos olhos para determinar se o condutor está desatento.
Se o sistema avaliar que a situação se tornou perigosa, faz soar um alarme sonoro alertar o condutor.
As câmaras de infravermelhos e de LEDs infravermelhos estão montadas no interior da moldura do ecrã central, o
que permite ao sistema monitorizar o condutor de dia ou de noite sem ter a sua capacidade de vigilância obstruída
pelos movimentos das mãos do condutor ao manusear o volante. O sistema foi criteriosamente concebido para
emitir avisos sonoros somente quando necessário, de modo a não causar quaisquer incómodos durante a
condução normal.

Front Cross Traffic Alert (FCTA)
Num arranque com o veículo imobilizado, o sistema FCTA detecta outros veículos que se aproximem pelos
ângulos mortos dianteiros, do lado direito ou esquerdo do veículo, e alerta o condutor da presença dos mesmos. O
sistema utiliza radares laterais dianteiros para monitorizar as zonas diagonais dianteiras, à esquerda e à direita,
que o condutor não consegue verificar facilmente somente com o olhar. Isto ajuda a evitar uma causa comum de
acidentes, tais como quando os carros entram num cruzamento com visibilidade parcialmente obstruída.

O Cruising and Traffic Support (CTS) ajuda a reduzir a fadiga do condutor com a assistência no acelerador, pedal
de travões e manobras da direção em situações de engarrafamentos de trânsito. Quando activo, o CTS ajusta
automaticamente a velocidade do veículo para manter uma distância adequada ao veículo da frente. Também
assiste a direção para tornar mais fácil manter a posição na faixa adequada em curva. As vantagens do CTS são
particularmente eficazes e contribuem para uma experiência de condução mais segura, tranquila e confortável
quando é necessário efectuar pequenas correcções na condução em situações de engarrafamentos de trânsito.
Nas versões com caixa automática, o sistema funciona entre 0 e 60 km/h, e entre 30 e 60 km/h nas versões com
caixa manual.

SEGURANÇA PASSIVA
Carroçaria de Baixo Peso e Elevada Rigidez
O Mazda CX-30 beneficia de uma estrutura de carroçaria extremamente robusta e leve, cuja construção
compreende cerca de 30% de aço de ultra-alta resistência, a 980 MPa ou superior, e inclui a aplicação estratégica
de aços de classe de 1.310 MPa. Isto combina com um novo eixo perimétrico, novos pilares “B” igualmente
robustos e leves, e estruturas laterais traseiras que se deformam em “acordeão” para criar uma carroçaria
extremamente forte, capaz de suportar as forças resultantes de uma colisão, absorvendo eficazmente toda a
energia criada no impacto.
Medidas de Protecção em Colisões Frontais
A carroçaria utiliza uma estrutura de multidirecional, exclusiva da Mazda, e uma construção de linhas rectas.
Adopta também um feixe de perímetro que reduz a força do impacto gerada quando os componentes estruturais
do outro veículo entram em contacto com o Mazda CX-30 numa colisão frontal descentrada. Neste tipo de colisão,
onde ocorre uma pequena sobreposição com outro veículo ou obstáculo, o material utilizado nas extremidades
direita e esquerda do feixe do perímetro conduz, de forma efectiva, a energia ao longo das zonas multidirecionais
absorventes de energia. Esta acção combina com uma estrutura frontal deformável que recebe o primeiro impacto
e depois absorve, gradual e eficazmente, toda a energia resultante da colisão.
Medidas de Protecção em Colisões Laterais
A carroçaria foi construída para receber a energia de um impacto através de diversas direções e localizações,
contribuindo para minimizar a deformação do habitáculo e dispersar essa energia para a frente e para a traseira do
veículo. O Mazda CX-30 é o primeiro veículo Mazda em que foi adicionado material estampado a quente ao
material de reforço estriado antes de ambos serem montados em conjunto para dar forma ao pilar “B”. A maior
eficácia desta estrutura reforçada proporciona maior resistência e também reduz o peso final do veículo.
Medidas de Protecção em Colisões Traseiras
Em caso de colisão, as estruturas laterais traseiras estão definidas para se deformarem em forma de acordeão.
Isto torna possível duplicar a eficácia da absorção de energia face à estrutura utilizada anteriormente, sem
aumentar o peso, bem como alcançar elevados níveis de segurança em colisão, desempenho dinâmico e
economia de combustível.
Sistema de Airbags SRS
Além dos airbags frontais, de cortina e laterais dianteiros incluídos no equipamento de série, o Mazda CX-30 vem
também equipado de série, em todos os mercados, com airbag de joelho para o condutor. Anulando o movimento
para a frente do corpo do condutor em caso de colisão, o airbag de joelho contribui para reduzir as lesões nas
pernas, peito e abdómen do condutor.

Bancos dianteiros Concebidos para Reduzir Lesões no Pescoço
Foi possível reduzir o recuo dos bancos dianteiros, para a sua posição original, após uma colisão, através da
adopção de uma estrutura lateral concebida para absorver a energia. Esta solução reduz a probabilidade e
gravidade de uma lesão cervical, minimizando a quantidade de movimentos da cabeça, tórax e pélvis (bacia) que
ocorrem numa colisão.

Cintos de Segurança
Os bancos do condutor, do passageiro da frente e dos lugares laterais traseiros, estão equipados de série com
pré-tensores e limitadores de esforço que apertam o cinto de segurança assim que é detectada uma colisão,
libertando depois a pressão de forma controlada. Os veículos com as especificações para os mercados do Japão,
Europa, Austrália e China possuem também pré-tensores e limitadores de esforço nos cintos de segurança dos
lugares traseiros direito e esquerdo. Além disso, os apoios inferiores dos cintos de segurança dos bancos
dianteiros estão directamente ligados ao banco. Isto mantém uma folga consistente independentemente da
posição do banco, e permite que os cintos de segurança retenham mais rapidamente os ocupantes em caso de
colisão.

PROTECÇÃO DE PEÕES
Entre o capô e o motor foi concebido um espaço de absorção de energia para diminuir lesões ao nível da cabeça
de um peão, em caso de contacto desde com o capô devido a acidente. O interior da capô adopta também uma
estrutura de absorção de energia, com um formato de colunas paralelas, posicionado mais perto da superfície do
capô. A energia do impacto é absorvida de forma mais directa no momento inicial do contacto, difundindo-se
depois gradualmente, o que permite absorver a energia mais rapidamente.
Para reduzir a possibilidade de lesões nos pés de um peão, o pára-choques adota uma superfície em plástico com
pequenos reforços fixados na parte superior, juntamente, mais abaixo, com um reforço em plástico posicionado na
trave de perímetro. Esta estrutura suaviza o contacto com as coxas e as canelas, e permite, assim, reduzir as
lesões ao nível dos joelhos ou ligamentos causadas pelo dobrar das pernas.

Novo Mazda CX-30
read more

Novo Mazda3 regista 5 Estrelas na avaliação Euro NCAP

O novo Mazda3 2019 acaba de ser certificado pela Euro NCAP com a avaliação máxima de 5 estrelas, no âmbito da sua mais recente bateria de testes. Na continuidade do resultado obtido, há 1 ano, pelo Mazda6, este torna-se no segundo modelo Mazda a alcançar uma classificação geral de 5 estrelas sob as novas e bem mais rigorosas avaliações de resistência aos impactos, instituídas em 2018 pela Euro NCAP.

O novo Mazda3 registou uma impressionante performance em todas as 4 categorias desta mais recente avaliação Euro NCAP – “Ocupantes Adultos”, “Ocupantes Crianças”, “Utentes Vulneráveis da Estrada” (segurança de peões) e “Auxiliares de Segurança” – num resultado que pode ser atribuído a 3 factores principais: a adoção da mais recente Skyactiv-Vehicle Architecture, integrando uma estrutura mais leve, mas de rigidez incrementada e maior poder de absorção de impactos; um leque ainda maior de tecnologias de segurança avançadas i-Activsense, permitindo aos condutores identificar potenciais riscos e reduzir a probabilidade de danos ou ferimentos; e uma aprimorada proteção de peões.

Com uma verdadeiramente notável percentagem de 98% na categoria de “Ocupantes Adultos”, o novo Mazda3 alcançou o máximo de pontos nas avaliações de impacto frontal, colisão com outras viaturas e colisão contra um pilar fixo. O sistema Smart Brake Support da Mazda também garantiu nota máxima nos testes a baixa velocidade, com colisões evitadas em todos os cenários.

A excelente pontuação de 87% registada na vertente “Ocupantes Crianças” abrange uma sólida pontuação na proteção de crianças em ensaios dinâmicos, com uma nota máxima para os impactos frontal e lateral. Na avaliação “Utentes Vulneráveis da Estrada” (segurança de peões) o modelo somou um também notável score de 81%, com um máximo de pontos na protecção das pernas e zona pélvica dos peões. Finalmente, registou uns significativos 73% na categoria de “Auxiliares de Segurança”, num tributo à eficiência do abrangente leque de equipamentos de segurança i-Activsense do novo Mazda3.

A superior dinâmica de condução inerente a toda a gama de modelos Mazda sublinha os seus meticulosos programas no âmbito da Skyactiv Technology. Também eles contribuíram para esta avaliação de 5 estrelas da Euro NCAP atribuída ao novo Mazda3, sob a forma da sua capacidade linear, ágil e previsível em termos de aceleração, travagem, maneabilidade e direcção. Tornando o modelo mais fácil de conduzir e em segurança, tais atributos reduzem significativamente o potencial de acidentes, sem comprometer o prazer de condução tradicional da Mazda.

Novo Mazda3 regista 5 Estrelas na avaliação Euro NCAP
read more

NOVO MAZDA 3 2019

O novo Mazda3 adota uma expressão mais rica e mais poderosa de vitalidade face à verificada nas anteriores propostas com assinatura Kodo. Apesar de partilharem a denominação Mazda3, as propostas Hatchback e Sedan têm personalidades distintas: o Hatchback é mais dinâmico e o Sedan é mais elegante.

O novo Mazda3 adopta a nova SKYACTIV-Vehicle Architecture da Mazda, projetada para permitir às pessoas aproveitar ao máximo o seu equilíbrio natural. O leque de mecânicas integra as mais recentes gerações dos motores SKYACTIV-X, SKYACTIV-G e SKYACTIV-D, sendo que cada um deles fornece um perfeito e suave controlo da aceleração, em face de todas as situações de condução.

Assente na sua filosofia de projectar viaturas em redor do ser humano, a Mazda aprimorou, de um modo significativo, os atributos de condução fundamentais a qualquer automóvel – na aceleração, em curva e em travagem – tornando os processos completamente naturais.

Tendo comercializado mais 6 milhões de unidades em todo o mundo desde a sua estreia em 2003, o Mazda3 é um modelo global estratégico que tem impulsionado o crescimento da Mazda, quer na perspectiva de marca, quer do seu negócio. Tem proporcionado o reputado prazer de condução da Mazda a clientes de todo o mundo, sendo um dos pilares da produção global nas fábricas em que é construído.

“O novo Mazda3, dá início a uma nova era para a Mazda,” disse Akira Marumoto, Director Representativo, Presidente e CEO da Mazda. “A próxima geração de automóveis Mazda irá aumentar o valor da experiência de posse. Através destes produtos, continuaremos a elevar o valor da marca Mazda e a trabalhar rumo ao nosso objetivo de alcançar laços cada vez mais fortes com clientes de todo o mundo.”

NOVO MAZDA 3 2019
read more

Mazda, Saudi Aramco e AIST lançam projecto de pesquisa

A Mazda Motor Corporation anunciou hoje o arranque de um projecto de investigação conjunta com a Saudi Aramco, companhia petrolífera estatal do Reino da Arábia Saudita, e com o Instituto Nacional de Ciência Industrial e Tecnologia Avançadas (AIST) do Japão, o qual tem como objectivo construir motores de combustão interna mais eficientes e alcançar uma redução das emissões de dióxido de carbono (CO2). O tópico de investigação centra-se no desenvolvimento de um combustível com baixo teor de carbono, juntamente com a pesquisa de motores de combustão interna que possam utilizar esse combustível.

Em 2035, 84% dos veículos de todo o planeta irão ainda recorrer a motores de combustão[1]. Com este projecto de pesquisa, as três empresas irão debruçar-se sobre uma redução efectiva dos valores do dióxido de carbono e sobre as tecnologias por detrás de uma perspectiva “Poço para a Roda”, tendo em conta cada etapa no ciclo de vida de um combustível, desde que sai do poço de petróleo até alimentar os motores nas nossas estradas. No âmbito do mesmo, a Saudi Aramco irá desenvolver um combustível com base num processo de refinaria que resultará em menores emissões de CO2, enquanto a Mazda e o AIST irão investigar e desenvolver um motor de elevada eficiência que opere com esse combustível.

A iniciativa suporta a abordagem de múltiplas soluções da Mazda com vista à redução das emissões globais de CO2. A Mazda acredita já não ser suficiente uma plena concentração no conceito “Depósito para a Roda” e no desenvolvimento de motores de baixo consumo de combustível e de automóveis que emitam baixos níveis de dióxido de carbono na circulação rodoviária.

Este projecto de pesquisa conjunto encontra-se em linha com a visão “Zoom-Zoom Sustentável 2030” da Mazda, em termos de desenvolvimento tecnológico, anunciada em Agosto de 2017. Trata-se de uma visão que adopta uma perspectiva de longo prazo, estabelecendo o modo como a Mazda irá utilizar o prazer de condução – apelo fundamental por excelência inerente ao automóvel – para ajudar a resolver os problemas que pessoas, a terra e a sociedade enfrentam.

A participação da Mazda neste projecto de pesquisa permite-lhe continuar a usar como base o seu longo historial no domínio do desenvolvimento de tecnologias destinadas à redução das emissões de dióxido de carbono. A Mazda pretende ajudar a conservar os recursos da Terra, através da criação de um futuro sustentável, em que as pessoas e os automóveis possam coexistir num planeta abundante e maravilhoso. A Mazda envida todos os esforços para com a protecção do meio ambiente, disponibilizando automóveis que oferecem uma mobilidade sem restrições para todas as pessoas, combinando uma excelente performance ambiental e de segurança, com o verdadeiro prazer de condução, de modo a alcançar um maior leque de clientes a nível global.

[1] “Perspectiva global de transportes em 2050”, da Agência Internacional de Energia (IEA)

Mazda, Saudi Aramco e AIST lançam projecto de pesquisa
read more

Novo Mazda2 Advance: Conteúdo e preço

A Mazda Motor de Portugal acaba de reforçar a gama Mazda2 em Portugal, dotando-a de um novo derivativo, o Mazda2 Advance. Esta proposta representa um avanço em termos de conteúdo ao nível intermédio Evolve, estando em comercialização a um preço extremamente competitivo: a partir de 18.618 euros*.

Foi em Janeiro de 2015 que a Mazda Motor de Portugal lançou a então nova geração do Mazda2, um pequeno grande citadino que, anos antes (2008), garantia o título de “Carro do Ano Mundial”. Nascido da decisão de apagar todas as noções associadas a este segmento, o Mazda2 foi desenvolvido assente num novo livro de regras para o segmento B, surgindo como um novo citadino traduzido, de um modo simplista, num automóvel que representa mais em tudo… excepto no peso.

Maior, com mais conforto, maior ergonomia e profusamente tecnológico, o Mazda2 adoptava diversos conteúdos interiores, como o head-up display (então em estreia na classe), o sistema MZD Connect de conectividade via smartphone, o interface homem-máquina de fácil acesso ao ecrã táctil de 7 polegadas no topo do painel central, operado pelo comando rotativo na consola central, para além do melhor da nova Tecnologia SKYACTIV e sistemas de segurança associadas, destacando-se, entre outras, a inclusão de diferentes sistemas de segurança activa, tais como o Blind Spot Monitoring (BSM) com Rear Cross Traffic Alert (RCTA)**

Cedo recebeu as melhores críticas dos especialistas e, principalmente, dos clientes, encantados com as linhas do design KODO – A Alma do Movimento, numa combinação brilhante da forma e função, num package mais leve e mais aguerrido, com diversos reforços de segurança, mas sempre com a maneabilidade soberba de um modelo subcompacto, sublinhando a tradicional filosofia Jinba Ittai, de condutor-e-viatura-como-um-todo, patenteada pela Mazda.

O novo Mazda2 Advance em resumo
Do equipamento de série do novo Mazda2 Advance destacam-se as jantes de liga leve de 16 polegadas e a câmara de visão traseira, o volante e manípulo da caixa em pele, vários sensores (humidade, luminosidade, chuva, estacionamento traseiro), luz interior com spot de leitura, cruise control, limitador de velocidade ajustável, ar condicionado automático, vidros escurecidos traseiros, LDW (Lane Departing Warning System), faróis de nevoeiro de LED, antena tipo “barbatana de tubarão”.

Esta nova proposta pode ser encomendada com pintura sólida ou metalizada, segundo o leque de 11 cores disponíveis, podendo-se, ainda, adicionar o pack Navi (€ 400), sistema de navegação integrado no ecrã central de 7 polegadas. Recorde-se que, por razões de segurança para o condutor, a sua operação faz-se por toque quando a viatura se encontra parada, recorrendo-se ao comando rotativo, sito na consola central, quando em andamento.

Sob o capot, o novo Mazda2 Advance conta apenas com a versão intermédia de potência do bloco SKYACTIV-G 1.5 a gasolina (cilindrada: 1.496 cc; potência: 90 cv às 6000 rpm; binário: 148 Nm às 4000 rpm), associado à caixa de 5 velocidades SKYACTIV-MT, um conjunto que garante consumos médios de 4,9 l/100 km e emissões de 111 g/km de CO2***.

No que se refere a preços, a Rede de Concessionários Mazda irá praticar os seguintes PVP* para o novo Mazda2 Advance:
€ 18.618,24 – Mazda2 1.5 SKYACTIV-G Advance;
€ 19.018,24 – Mazda2 1.5 SKYACTIV-G Advance Navi.

Gama Mazda2 simplificada
Acrescente-se que a gama Mazda2 em Portugal passa, a partir desta data, a estar apenas disponível com o motor a gasolina SKYACTIV-G 1.5, em 3 níveis de potência: a variante de 75 cv é exclusiva do nível de entrada Essence, a de 75 cv destina-se aos níveis Evolve e Advance e a de 115 cv apenas nas versões Excellence.

Todos (à excepção do nível de entrada) podem ser complementados com o Pack Navi (sistema de navegação), podendo os clientes da versão de topo Excellence selecionar, caso o pretendam, o Pack High Safety (BSM – Blind Spot Monitoring, High Beam Control, Chave Inteligente, luzes de LED, luzes diurnas LED e ADD – Active Drive Display).

A estrutura de preços inicia-se nos € 15.067,75 da variante Mazda2 1.5 SKYACTIV-G (75 cv) Essence, com pintura sólida, atingindo os € 23.601,44 do Mazda2 1.5 SKYACTIV-G (115 cv) Excellence com os Packs High Safety, Navi e Pintura Metalizada. (Ver detalhe na Tabela de Preços Mazda2 em anexo)*.

Notas:
* PVP sem TLT (despesas de Transporte, Legalização e Tapetes) e para versões com pintura sólida; mais € 400 se o cliente optar por pintura metalizada, acrescendo € 150 ou €300 adicionais se especificados, respectivamente, os tons “Machine Grey” ou “Soul Red Crystal”;
** Conteúdos dependem do nível de equipamento escolhido;
*** Os valores de CO2 e consumos de combustível são NDEC 2. Os veículos são homologados em conformidade com o novo procedimento de homologação de tipo WLTP (Regulamento (UE) 2017/1151; Regulamento (CE) n.º 715/2007). Para fornecer comparabilidade, os valores referidos são valores NEDC determinados em conformidade com o Regulamento de Execução (UE) 2017/1153.

Novo Mazda2 Advance: Conteúdo e preço
read more